sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

472 anos comemorado com muita festa e emoção em Iguape



Promovida pela Prefeitura Municipal de Iguape, a festa dos 472 anos que aconteceu no último dia 03 de dezembro, durou o dia todo e contou com diversos eventos no dia: Festa na Praça, Futebol de Craques, Sessão Solene e os Shows de Negra Li e Escola de Samba União Imperial de Santos.

No palco montado na Praça da Basílica som e luzes para a global Negra Li que empolgou jovens e todo o público que tomou todos os espaços para curtir o som Black Music de uma das principais estrelas da MPB. Um espetáculo que só foi possível graças ao desprendimento dos funcionários da Cultura,Turismo e Eventos do município e patrocínio da Secretaria da Cultura do Estado

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Skank faz lançamento de DVD em São Paulo com participação de Negra Li.



A banda Skank mostrou aos paulistas o show que fizeram para mais de 50 mil pessoas em Belo Horizonte na gravação do seu último DVD, intutulado “Multishow ao Vivo – Skank no Mineirão“.

Nesse show, Samuel Rosa (voz e guitarra), Henrique Portugal (teclados), Haroldo Ferretti (bateria) e Lelo Zaneti (baixo) mostraram pela primeira vez a versão de “De Repente” na versão Reggae, primeira música de trabalho desse novo álbum, além da parceria entre Samuel Rosa e Nando Reis em “Presença“.

A banda também cantou sucessos do seu último disco, “Estandarte” (2008), como “Noites de um Verão Qualquer“, “Sutilmente” e “Ainda Gosto Dela“, cantada em dueto com a cantora Negra Li.

Otimos hits como “Vou Deixar“, “É uma Partida de Futebol“, “Acima do Sol“, “Resposta” e “Garota Nacional” não ficaram de fora desse novo repertorio, que contou com a ajuda dos fãs em sua seleção através de uma enquete que foi promovida no site oficail da banda.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Embu das Artes inaugura novo teatro neste domingo



A cidade de Embu das Artes vai ganhar mais um espaço cultural, no próximo domingo, 14 de novembro às 10h, será a inauguração do Teatro Popular Solano Trindade.
A cidade de Embu presta uma homenagem ao multiartista Solano Trindade, no mês da Consciência Negra.

O teatro está localizado no Centro de Embu, seu projeto arquitetônico é inspirado no renomado Teatro Oficina e foi assinado pela secretaria municipal de desenvolvimento urbano. O ambiente dispõe de um teatro-pista com espaço cênico onde há galerias de dois andares para a platéia, estúdio de música, camarins. Todo o projeto é voltado à acessibilidade das pessoas.

Após a festa de inauguração, às 14h, haverá um show com a cantora Negra Li.

O artista

Solano Trindade foi poeta, pintor, teatrólogo, ator e folclorista, um legítimo poeta da resistência negra por excelência.

Trindade nasceu em 1908, no bairro de São José, no Recife (PE). Em 1954, veio para São Paulo, criando na cidade de Embu das Artes, um pólo de cultura e tradições afro-americanas. Em São Paulo também funda o Teatro Popular Brasileiro – TPB, onde desenvolveu intensa atividade cultural voltada para o folclore e para a denúncia do racismo. Faleceu no Rio de janeiro, em 19 de fevereiro de 1974.

Serviço

O que: Inauguração Teatro Popular Solano Trindade
Quando: 14 de novembro de 2010, domingo, às 10 h
Local: Av. São Paulo, 100 – Centro – Embu das Artes
Show: Negra Li, Dj Emílio Du Candu, Maninho da Cuíca, Sanza e Zinho da Trindade
Quando: 14 de novembro de 2010, domingo, às 14 h
Entrada: Gratuita

domingo, 7 de novembro de 2010

F1 Rocks



A apresentação do rapper americano Eminem no F1 Rocks, em São Paulo, na sexta-feira (5), reuniu um belo time de famosos, que do camarote também curtiram shows de Marcelo D2 e N.E.R.D.
Negra Li e Junior DRead tamvém estiveram presente !!!

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Negra Li integra “Semana da Consciência Negra” em Barueri



A Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri, por intermédio da Assessoria de Combate ao Racismo do município e em parceria com a entidade Anid – Ação Negra de Integração e Desenvolvimento, realiza na Semana da Consciência Negra (20 de novembro) uma série de eventos comemorativos a uma data reflexiva para os assuntos ligados às questões de gênero e raça, diversidade, igualdade e ações afirmativas.

As ações terão início no dia 10 de novembro e segue até o dia 19, com dois cursos: o primeiro é a Oficina de Arte e Pinturas em Gesso (moldura e pintura afro), das 13 às 17 horas; e o segundo é a Oficina Afro-cultural Amarração (nós) em tecido, Percussão e Torso e Beleza Negra, das 16 às 20 horas. Ambas as oficinas são totalmente gratuitas e serão realizadas no Centro Cultural de Barueri, e as inscrições já estão abertas.

No dia 13 de novembro acontece uma caminhada em homenagem a Zumbi dos Palmares - a saída será na rotatória confluente das avenidas 26 de Março e Henriqueta Mendes Guerra, no Jardim Belval, próximo à Anid, com encerramento no bulevar central.

Já no dia 17, quarta-feira, às 19 horas, a Câmara Municipal de Barueri abre espaço para mais uma edição do ciclo de debates “Negro Retrato do Brasil”, ocasião em que será feita a entrega do diploma “Luis Gama” aos estudantes negros mais destacados nas escolas de Barueri.

A programação continua no dia 20, sábado (Dia da Consciência Negra), das 10 às 22 horas, com a mobilização cultural (música e poesia) que vai ferver a Concha Acústica de Barueri com as presenças já confirmadas do grupo Matéria Rima, DJ Hum e Negra Li.

E no mesmo dia, às 15 horas, acontece a Mobilização Cultural Gospel na praça do Jardim Paulista. E não para por aí - no dia 26, sexta-feira, às 19h30, o Teatro Municipal de Barueri recebe uma palestra com o cineasta Joel Zito Araújo, que exibirá o documentário “A negação do Brasil, o negro na telenovela brasileira”. A entrada é gratuita.

O encerramento acontece no dia 27, sábado, às 21 horas, com o já tradicional jantar dançante, onde diversas personalidades que contribuem com a causa da igualdade racial serão homenageadas com a entrega do Troféu Anid, além da apresentação imperdível da “Ala Show da Escola de Samba Pérola Negra” da badalada Vila Madalena (São Paulo). O evento será no Centro de Eventos de Barueri e os convites já estão à venda na Anid, convites antecipados a R$ 35, e na portaria R$ 50. Mais Informações pelo 4199-1600 e 4198-9647.

Negra Li participa do novo CD do Sergio Britto



O cantor, compositor e tecladista dos Titãs Sérgio Britto lança, em novembro, o seu terceiro CD solo "SP55" pelo selo Midas Music.

Produzido por Emerson Villani, o álbum traz 13 canções inéditas e três regravações - "Eres" (Café Tacuba), “Ella usó mi cabeza como un revólver” (Soda Stereo) e "Iracema" (Adoniran Barbosa) -, duas delas cantadas em espanhol.

O disco conta também com as participações especiais de Wanderléa em "Essa gente solitária", Negra Li em "Aqui neste lugar" e Marina de la Riva em "Pra te alcançar".

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Negra Li e Sofia

Negra Li conferiu o segundo e último dia do festival "Natura Nós", na Chácara do Jockey, em São Paulo.



fonte: Glamurama

Negra Li no Almanaque Brasil

O Almanaque Brasil deste sábado (23/10), comandado por Luciana Mello e Robson Nunes, está repleto de curiosidades. O quadro Cantos do Brasil traz novidades musicais com a cantora Negra Li.

A Apresentação do programa está a cargo de Luciana Melo.

TV Brasil, sab, dia 23, 19 h

TV BRASIL

NET
São Paulo – 4 (analógico)
Brasília – 16 (analógico e digital)
Rio de Janeiro – 18 (analógico e digital)
São Luís – 3 (analógico)
Curitiba - 3 (digital)
Belo Horizonte – 3 (digital)
Porto Alegre – 3 (digital)
Maceió – 6 (analógico)
Florianópolis – 2 (digital)
Goiânia – 21 (analógico)
João Pessoa – 73 (analógico)
Manaus – 4 (digital)
Campo Grande – 15 (analógico)
São José do Rio Preto – 24 (analógico)
Sertãozinho – 96 (analógico)
Valinhos – 96 (analógico)
Marília – 96 (analógico)
Botucatu – 96 (analógico)
Jaú – 98 (analógico)
Cubatão – 12 (analógico)
Campinas – 5 (digital)
Santos – 4 (digital)
Ribeirão Preto – 4 (digital)

SKY
Em todo o Brasil –
Canal 116

OI TV
Rio de Janeiro e Minas Gerais – Canal 900

TELEFÔNICA
Cobertura Nacional – Canal 695

sábado, 9 de outubro de 2010

Negra Li se desdobra pra dar conta do seu dia



Do café ao lado da filha, Sofia, ela não abre mão. Assim é que começa o dia da cantora Negra Li. Em entrevista que vai ao ar na segunda-feira, às 22h, no canal pago FashionTV, ela relembra a descoberta da vocação de cantora. “Cantava em todo lugar, no trabalho, no colégio... Cantava o dia todo!”, diz à produção do programa Um dia com. De casa, ela segue para uma entrevista em um programa de rádio, em que confessa sua admiração pelo rei do pop: “Michael Jackson, para mim, é evolução da música. Depois dele ficou difícil ser um excelente profissional”. No caminho para a academia, a cantora fala sobre sua participação no filme Antônia, que, avalia, mudou sua vida. “Algumas pessoas nem me reconhecem pelo meu nome artístico, mas pelo filme.” E para acabar o dia bem, Negra Li solta a voz em um bar, com os amigos e a família

Dia 11/10/2010 às 22:00h
Um Dia Com - Fashion TV

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Negra Li e Clã dos Loucos agitam no CEU Três Lagos



Mural

O projeto CEU é Show causou estrondo no extremo sul da cidade na última quinta-feira (30), reunindo cerca de 350 pessoas de várias idades no CEU Três Lagos para assistir o grupo Clã dos Loucos e a cantora Negra Li no bairro do Jardim Noronha.

A iniciativa foi do Ministério da Educação, para unir o artista da periferia ao artista global, trazendo mais cultura e contraste às diversas comunidades dentro da cidade de São Paulo.

Ceu Três Lagoas teve casa cheia para as duas apresentações

No caso dos moradores da Capela do Socorro, o estilo musical escolhido foi o hip hop e a Soul Music.

Apesar da garoa e do frio, o teatro estava cheio de energia do público que dançava, agitando desde as senhoras de idade às crianças e pais de família que estavam na platéia.

A entrega de ingressos foi feita alguns dias antes e já estavam esgotadas, abrindo as portas do centro educacional para seus alunos e toda a comunidade da região.

A abertura do show foi feita pelo grupo Clã dos Loucos, formado por moradores do Grajaú, que já estão lançando seu segundo CD intitulado “Go Back”. Com músicas que fogem dos estereótipos, eles falam sobre diversos temas sociais como a valorização da mulher e das oportunidades que os adolescentes devem buscar.

Acyl Nery, produtor executivo do conjunto musical, contou ao Mural que estão iniciando uma nova fase de parcerias com uma gravadora, mas que prezam a humildade e a valorização de suas raízes. Hoje fazem shows gratuitamente, solicitam apenas o transporte para locomoção dos equipamentos de som.

Negra Li cantou sucessos como ‘Antônia’ e ‘Beautiful’ acompanhada do coral, que, empolgada, a platéia formou durante sua apresentação. A cantora fez menção à importância de cuidar das crianças e a alegria que estava sentindo naquele momento.

Em entrevista exclusiva para o Mural sobre ser a artista escolhida para este evento, Negra Li disse estar muito feliz com a recepção e carinho do público que acompanhou o ritmo e dançou do início ao fim do show.

No final, todas as pessoas da platéia tiveram a oportunidade de conhecê-la, tirar fotos, abraçá-la e conversar com a artista, que, até então, (esse trecho também deve ficar entre vírgulas) só era vista pela tela da TV, e dessa vez, de perto, em carne e osso.

Publicado em 6 outubro, 2010 por brunogarcez
por Suevelin Cinti

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

NX Zero revela nome de novo disco com participação de rappers nacionais e gringos

O NX Zero revelou na madrugada desta quarta-feira (29) o nome de seu novo disco e divulgou um vídeo do que os fãs podem esperar do trabalho. Intitulado "Projeto Paralelo", o álbum com produção de Rick Bonadio vai trazer a releitura de alguns hits da banda, como "Só Rezo" e "Cedo ou Tarde", e faixas inéditas com parcerias de artistas nacionais e internacionais, todas com influência do hip-hop.

O teaser de pouco mais de dois minutos traz imagens da banda em estúdio e trechos de três músicas: "Só Rezo", "Entre Nós Dois" e "Inimigo Invisível", com participação de rappers brasileiro e estrangeiro dividindo os vocais com Di Ferrero. No disco, participam os brasileiros Chorão, Emicida, Rincon Sapiência, Rappin Hood, Kamau e Negra Li. Entre os convidados internacionais estão Smoke Thugs, Aggro Santos, Freddy Gibbs e Yo Yo, além de DJ King e outros nos scratches.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Grandes nomes da música brasileira estão no projeto CÉU é show

Grupos musicais da periferia paulistana estarão ao lado de artistas como Negra Li, Arnaldo Antunes, Paula Lima, Edgar Scandurra e muitos outros nomes da música nacional, para se apresentarem juntos nos Centros Educacionais Unificados de São Paulo pelo projeto CEU é Show.

A primeira apresentação será nesta terça-feira (28/9), no CEU Capão Redondo, Zona Sul, onde tocará a banda Stevens, grupo emo que tem conquistado jovens de todo o Brasil. Até o fim de 2010, serão 88 apresentações que unirão em um mesmo palco grupos musicais que nasceram no entorno dos CEUs de São Paulo com dois artistas ou bandas famosos, escolhidos pela própria comunidade.

O projeto da Secretaria Municipal de Educação começou no primeiro semestre deste ano, quando os núcleos de ação cultural de cada CEU deram início a um diálogo com a população local e com os freqüentadores do espaço para conhecer os estilos musicais preferidos da comunidade, assim como os artistas cujas apresentações as pessoas gostariam de ver.

O maior interesse apontado foi pelo pop rock, seguido pelo hip hop, forró, sertanejo, choro, instrumental, pop balada e black music. A partir da identificação dessa diversidade, a Secretaria teve a possibilidade de investir em um trabalho de desenvolvimento cultural com o projeto CEU é Show, que não está apenas levando artistas conhecidos aos CEUs, mas promovendo a união de músicos amadores e profissionais, de sambistas e roqueiros e assim também entre todos os públicos apreciadores desses estilos presentes nas diferentes regiões da cidade.

Durante toda esta semana haverá três apresentações da banda Stevens e, na quinta-feira (30), show da cantora Negra Li no CEU Três Lagos, na Zona Sul. Acompanhe a programação atualizada dos shows no Portal da Educação.

Negra Li

CEU Três Lagos

Data: 30 de setembro

Horário: 20h

Local: Estrada do Barro Branco, s/nº

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

super evento de lançamento da linha de óculos DOLCE & GABBANA MADONNA reuniu vip’s

A Luxóttica realizou um super evento de lançamento da linha de óculos Dolce & Gabonna Madonna.
O evento foi um sucesso e contamos com alguns Vips como: A cantora Negra Li, a promoter Alicinha Cavalcanti com o marido Rodrigo Biondi, o ex jogador do Atlético Rodrigo Juliano Almeida, a linda e poderosa Dj Lara Gerin, Sylvia Hartmann e Ana Carolina Cardoso da Luxóttica do Brasil entre outros.

NEGRA LI no CEU Três Lagos

O Projeto CEU é Show é conhecido por levar artistas de renome nacional para realizar apresentações especiais nos CEUs da Cidade. No próximo dia 30 de setembro será a vez do CEU Três Lagos abrir as suas portas para receber um mega show da cantora de soul music Negra Li. A cantora ficou nacionalmente conhecida por protagonizar o seriado de TV Antonia que depois ganhou as telas do cinema e também uma seqüência na televisão.

Negra li vai interpretar grandes sucessos de sua carreira que já lhe valeram um prêmio VMB (Vídeo Music Brasil) e também um clip internacional com a participação do rapper Akon.

A abertura do show de Negra Li será da banda de Hip-Hop “Clã dos Loucos” que é formada por moradores da região do Grajaú.

Serviço:
Show Musical – Negra Li
Dia 30 de setembro às 19h00
CEU Três Lagos – Estrada do Barro Branco s/n – Jd. Noronha - Grajaú

Conheça um pouco mais da trajetória de Negra Li

]Liliane de Carvalho mais conhecida como Negra Li é uma cantora de rap. Moradora de uma comunidade pobre da Zona Norte de São Paulo. Começou a cantar em igrejas evangélicas e mais tarde tornou-se solista do coral da Universidade de São Paulo. Estudou música e piano e seu timbre de voz contralto sempre despertou a atenção de seus ouvintes, por soar de forte e vigorosa.

Negra Li é considerada umas das musas do rap brasileiro. Iniciou seu trabalho com o grupo RZO, Rapaziada Zona Oeste, e logo em seguida estabeleceu uma parceira com o rapper Helião no de 2004 que originou o CD "Guerreiro, Guerreira".

Em 2006, para marcar sua nova fase musical solo lançou o CD “Negra Livre”. Neste trabalho o grande destaque foi o sucesso “Você vai estar na minha”, feita a partir de Eu sei (na mira), canção composta por Marisa Monte. O álbum conta com 12 faixas e foi feito à partir da batida do hip-hop.

Sempre que seus compromissos permitem, ainda vai à igreja evangélica com sua família pois foi lá que sua simpatia pela música teve início. A cantora atribui uma parcela de seu sucesso musical a educação que recebeu da mãe que era professora da rede municipal e por estudar em boas escolas públicas.

Negra Li tornou-se mãe recentemente de Sofia, fruto de seu casamento com o cantor de Raggae Junior Dread.

Filmografia
2006 - Antônia .... Preta
2007 - Antônia .... Preta[1]
2008 - Beautiful. Feat. Akon
2009 - 400 contra 1 (filme)

Discografia
2004 - Guerreiro, Guerreira
2006 - Negra Livre
2007 - Antônia

Trilha sonora
2008/2009-Amar em vão,(Malhação)
2007 - Mundo Jovem, Malhação
2006 - Você vai estar na minha, Pé na Jaca (tema de Lance)
2005 - Deixa Rolar, Malhação (tema de Bel e Download) com Gabriel, O Pensador
2004 - Guerreiro, Guerreira, Começar de Novo (tema de Elvira)[1]

Outras Aparições
CD D'Black (música: 1 Minuto)
CD/DVD Belo (música: Não dá Mais)
CD/DVD Martinho da Vila, do Brasil, do Mundo (música: O Amor da Gente)
Negra Livre - Luau MTV Nando Reis
CD/DVD “Cidade do Samba" (música: Jura)
CD/DVD Casa da Bossa - Homenagem a Tom Jobim (música: Garota de Ipanema)
CD/DVD Charlie Brown Jr. (música: Não É Sério)[1][2]
CD/DVD Jeito Moleque (música: O Mundo É um Moinho)

Prêmios
2005 - Video Music Brasil - Video Music Brasil de melhor videoclipe de rap (por Exército do Rap)
Indicada
2006 - Video Music Brasil - MPB (por Você Vai Estar Na Minha)

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

POCKET SHOW NEGRA LI - MANDI&CO. ANÁLIA FRANCO


A Mandi&Co. do Shopping Anália Franco encantou seus convidados neste último sábado, 11 de setembro, com um pocket show da cantora Negra Li.
A morena linda soltou a voz nos seus melhores hits, distribuiu sorrisos, fez um dueto com Junior Dread e com o dj Roberto.
Assim foi o start da coleção Sumertime Mandi na Mandi&Co., cheio de musica e moda.

Parabéns a toda equipe Mandi&Co Anália Franco pelo evento!!

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Boletim Il Campanario: Lauryn Hill no Il Campanario

Show da Lauryn Hill em Floripa foi o maior sucesso.Casa lotada e uma noite para ficar na memória.

A equipe e a própria cantora estiveram hospedados no Il Campanario, juntamente com a equipe da Negra Li, que abriu a especial noite.

No sábado a tarde,a piscina do hotel lotou com a galera que provou da nossa caipirinha, fez hidroginástica e curtiram o melhor do Brasil....

A equipe do Il campanario vai sentir falta da energia desse pessoal.

Obrigado Negra li e Ms. Lauryn Hill!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Ms. Lauryn Hill lotou o Stage Music Park



Floripa recebeu uma das maiores cantoras da atualidade, Ms. Lauryn Hill que fez lotar o Stage Music Park nesta sexta-feira

Carol Morena abriu o show cantando músicas conhecidas como “Olhos Coloridos” empolgando quem chegou mais cedo ao Stage Music Park. No intervalo Dj Leo Comin com seus toca discos agitava o público colocando rap nacional e alguns hip-hop`s gringos.

Negra Li subiu ao palco fazendo uma mistura de hip-hop com reggae. Com participação de Junior Dread cantou "Luta Cansativa", "Paz Interior", Vc Vai Estar na Minha, “Guerreiro e Guerreira”, “Não é sério”, "Positive Vibration", "Beautiful", entre outras. O público se animou muito com esse diferencial. Negra Li com seu jeito carinhoso e extrovertida com o público foi muito aplaudida e reverenciada quando disse que “era uma honra para ela estar abrindo o show da sua inspiração de cantar como ela canta hoje em dia”, depois disso cantou a saideira “Exercito do RAP”, que agitou até os músicos da banda da Lauryn.

Depois dessas apresentações o publico já estava no clima da festa e agitado para ver Ms. Lauryn Hill. Primeiro a sua banda subiu ao palco e começou a repassar o som, enquanto isso, Dj Leo Comin detonava com Rap’s Nacionais como “Estilo Cachorro” (Racionais Mc’s), “Qui nem Judeu” (DBS e Aquadrilha) dentre outras. Quando todos acharam que iria começar o show, a banda de Hill saiu do palco e entrou o Dj que acompanha a cantora tocando muitas musicas conhecida como “The next episode”, “Drop it like it’s hot”, “Billionaire”, “One Love”, “Zion” e outras que levou o público a CRAZY.

Novamente a banda de Ms. Lauryn Hill voltou, porém sem a cantora e começaram a fazer um tipo de solo musical todos juntos, aquele palco se tornou o lugar mais loko do mundo, de repente a banda da uma parada quando surge Ms. Lauryn Hill com seu estilo anos 70 uma roupa totalmente retro com jóias que transformavam seu brilho ainda mais forte no palco. Começou tocando hits de seus álbuns solos como “I used to love him”, “Ex-Factor”, “Doo Wop”, “Forgive them father”, “The miseducation of Lauryn Hill”, “Can’t take my eyes of you”, “Final Hour” e muitas outras.

Uma coisa que me impressionou foi que Lauryn não tocou como nos CD’s, ela fez uma roupagem diferente, uma junção com soul, jaz, funk, Rhythm and Blues. Seus dois baixistas e Dj davam uma força nas batidas em que embalava suas canções para o público delirar.

Sempre com uma toalha a tiracolo, enxugava seu rosto, e um dos momentos impressionantes de sua apresentação foi quando um de seus fãs subiu nas caixas de som e lhe entregou um quadro escrito Lauryn Hill e uma sacola com uma camisa, depois disso Ms. Lauryn Hill deu-lhe sua toalha. Este fã foi à loucura, o resto do show pulava feito uma criança

Já estava no fim quando Hill começou a tocar canções como “Turn your lights down low” e grandes Hits do Fugees como “Ready Or Not”, “Fugeela”, “Ooh La La La”, “The Fugees-The Mask”. Para fechar com chave de ouro cantou a musica mais esperada da noite “Killing Me Softly” onde todo o público cantou junto numa vibe sensacional e inacreditável.

Este show vai ficar para a história da nossa grande Ilha da Magia!
Viva o Movimento Black Mundial, que irá conquistar muitas e muitas gerações.

fonte: revista floripa

domingo, 5 de setembro de 2010

Negra Li se prepara para abrir show de Lauryn Hill em Florianópolis

Não é apenas miss Lauryn Hill que fará bonito sexta-feira, no Stage Music Park, em Florianópolis. Liliane de Carvalho, mais conhecida pelo público brasileiro como Negra Li, é outra cantora que vai soltar a voz para a plateia. Flutuando entre o rap, o R&B, o pop — aventurando-se até mesmo pela MPB —, não são poucos os que comparam o trabalho da paulistana com o da estrela norte-americana, da qual é fã confessa.

Da Vila Brasilândia, Negra Li surgiu ainda adolescente, fazendo rap com o RZO. Depois de um começo apoiado na vontade, decidiu também aperfeiçoar o canto e os dotes vocais. Foi para o Coral USP. Aprendeu a abrir vozes, aquecimento, relaxamento vocal. Em 2004, foi uma das grandes apostas do rap brasileiro, na primeira leva de artistas do gênero lançada por grandes gravadoras. Guerreiro e Guerreira, o disco lançado em dupla com Helião, é um marco do estilo.

Logo a artista mostrou que queria ir além do discurso político e afiado do hip-hop. Queria cantar como algumas das suas cantoras preferidas — não só Lauryn Hill, mas ainda Whitney Houston e Mary J. Blige. O próximo disco, Negra Livre, foi o seu primeiro trabalho solo.

Mistura

Em sua nova fase, ela não abandonou o rap, mas está mais próxima do pop, R&B, até mesmo do funk e do jazz. Ao mesmo tempo, mantém contato com a música popular — é o caso da suingada versão que gravou para Você vai estar na minha. Mas há também o romance de Apaga a Luz, a melancolia de Lembranças, o clima anos 1970 de Você me deixa louca.

A versatilidade também a levou para a tevê e para o cinema, onde interpretou uma das integrantes do grupo de Antônia. O trabalho, que teve grande visibilidade, apresentou Negra Li para um público mais amplo. Ano passado, participou do longa 400 contra 1, do diretor Caco Souza. Também tem se destacado em diversas parcerias musicais, gravando com nomes como Martinho da Vila, Pitty, Jeito Moleque, Walter Alfaiate, Skank, D'Black Akon.

Lauryn Hill

No show, a norte-americana Lauryn Hill vem mostrar aos catarinenses porque é uma das cantoras da atualidade. Com longa trajetória, embora muitas vezes a mídia insista em lembrá-la mais por ser casada com um dos filhos do legendário Bob Marley, sua carreira deslanchou no final dos anos 1990, ainda como integrante da banda Fugees, que fez sucesso com músicas como Ready or Not e Fu-Gee-La.

Em 1998, ela recebeu 10 indicações ao prêmio Grammy, saindo da festa de premiação com cinco estatuetas. O primeiro disco solo de Lauryn Hill, The Miseducation of Lauryn Hill, foi citado pela revista Rolling Stone como um dos 500 melhores de todos os tempos.

O show em Florianópolis será o único no Sul do Brasil e abre a turnê de Lauryn Hill no Brasil. Depois de Santa Catarina, a cantora passa pelo Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Negra Li + 130 mil celebram os 100 anos do Timão !

Dia 1º de Setembro de 2010, o Sport Clube Corinthians Paulista comemorou 100 anos de vida e história.

Como o Rap, o Corinthians também é oriundo dos humildes, foi fundado no dia 01 de Setembro de 1910 por um grupo de operários inicialmente o projeto era um time de várzea, pois a liga paulista de futebol era disputada apenas pela elite.

Em 1913 o Corinthians se profissionalizou e o sonho começou a ganhar forma. Segundo registros, o Corinthians foi o segundo time Brasileiro a aceitar jogadores negros para compor o elenco do clube [o Bangu teria sido o primeiro.

Considerado um time do povo e dos operários a história do Timão teve seus momentos de glória como por exemplo a invasão Corintiana ao Maracanã em 1976 e momentos de extrema tristeza como foi o caso do rebaixamento em 2007.

Enfim, entre vitórias, derrotas, gols, alegrias e tristezas o Corinthians completou 100 anos.

Nas comemorações de réveillon, o branco é a cor obrigatória nas vestimentas do povo para celebrar a virada de ano. Mas nesta terça-feira, dia 31 de agosto, o preto também foi essencial. Afinal, era a noite da virada do Corinthians, em comemoração dos 100 anos de existência do clube, completados neste 1º de setembro de 2010. Para celebrar a data mais que especial, os corintianos fizeram uma grande festa no Vale do Anhangabaú. Para 100 anos de vida, cerca de 130 mil pessoas transformaram o centro da capital paulista em uma terra alvinegra.

Muitos artistas se apresentaram diante da multidão. Ronaldo, ex-goleiro do Corinthians, reeditou sua banda “Ronaldo e os Impedidos”, e deu um toque de rock à noite. Os rappers Xis e Rappin Hood levaram o estilo para o público. Neto, um dos maiores ídolos do Timão, foi o mestre de cerimônias e recepcionou também Negra Li, grupo Nuance, dupla Maria Cecília & Rodolfo, grupo Exaltasamba, Paula Lima e baterias de escolas de samba que agitaram a galera. No ritmo do batuque, o hino do clube foi entoado e cantado por mais de 130 mil vozes.

"Fiz parte desse momento marcante da história do Corinthians. Eu estive na Virada do Centenário." Negra Li

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Negra Li e Gabriel, O Pensador releem Adoniran em rap no Altas Horas

Rap e samba estão em alta na bolsa de valores da música brasileira. Você já imaginou como seria uma parceria de Negra Li e Gabriel, O Pensador, cantando um grande sucesso de Adoniran Barbosa? Isso aconteceu.

No último sábado, 28 de agosto, Negra Li e Gabriel, O Pensador, estiveram no especial do Altas Horas em homenagem a Adoniran Barbosa. Os cantores se apresentaram com a música Torresmo à Milanesa.

O Altas Horas especial também teve as presenças de Demônios da Garoa, Jeito Moleque, Casuarina, Zélia Duncan, Ana Cañas, Teresa Cristina, Maria Rita, Bruno & Marrone, Di Ferrero, Dominguinhos, Lenine, Jorge Aragão e a banda Moinho.



fonte: altashoras.globo.com

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Titãs recebe homenagem no Prêmio Multishow de Música Brasileira

O grupo Titãs foi o grande homenageado na 17ª edição do Prêmio Multishow de Música Brasileira, na noite desta terça-feira (24), no HSBC Arena, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Apresentado por Fernanda Torres e Bruno Mazzeo, a cerimônia teve um equilíbrio na premiação, pois não teve grandes vencedores, e marcou a consagração de bandas jovens como Restart, Cine e Luan Santana.

O Prêmio Multishow procurou uma maior interatividade na edição desse ano. Além dos internautas escolherem os vencedores, eles puderam mandar fotos com seus artistas prediletos – para aparecer no telão da premiação – e vídeos para concorrer na categoria TVZé, que elege a melhor paródia ou versão do clipe de uma música nacional.

Shows

Nando Reis e Skank cantaram “Vem Morena”, de Gonzagão, enquanto Maria Gadú e Caetano Veloso dividiram os vocais de “Rapte-me, Camaleoa”. Os destaques ficaram para apresentações de Copacabana Club e dos ingleses Bombay Bicycle Club, que se apresentaram pela primeira vez no Brasil.

Gafes

Programa ao vivo sempre tem alguns desencontros na produção. Fernanda Torres, ao anunciar o vencedor da categoria revelação, chamou ao palco a banda Moveis Coloniais de Acaju, vencedora de melhor Experimente, no lugar de Luan Santana. Em outro momento, a atriz chamou Mayana Moura e Fiuk para apresentar a categoria DVD, enquanto o representante de Ivete Sangalo, que faturou melhor show, ainda estava subindo no palco para receber o prêmio.

Fernanda Lima e Luan Santana apresentaram a categoria de melhor cantora e fizeram algumas brincadeiras, que não surtiram muito efeito na plateia. “Essas piadas nunca dão certo na hora, né?”, justificou a atriz. Já a banda Restart foi vaiada pelo público ao subir no palco para receber o prêmio de melhor música por “Recomeçar”. “Nenhum artista tem unanimidade de público. Não esperamos ter também. Estamos tão felizes com o nosso primeiro prêmio, que a vaia é um pontinho bem pequeno na nossa noite”, afirmou Pe Lu, vocalista da banda.

Homenagem aos Titãs

Para fechar o prêmio foi feita uma grande homenagem aos Titãs com Ana Carolina, Maria Gadú e Negra Li cantando sucessos da banda como “Comida”, “Marvin” e “Epitáfio”. Depois, foi a vez da atual formação (Tony Bellotto, Paulo Miklos, Branco Mello e Sérgio Brito) subir no palco e tocar “Sonífera Ilha”. “Quero estender essa homenagem a todos os companheiro e ex-Titãs: Nando Reis, Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer, Charles Gavin e a todo mundo que deu sangue, suor e lágrimas para construir isso aqui”, falou Tony Belloto.

Os Titãs ainda estavam indicados ao prêmio de melhor grupo do ano, mas perderam o título para a Banda Cine, que faz parte de uma nova geração da música brasileira. “Acho bacana essa mistura, dá um frescor. A gente deseja que todas as bandas iniciantes cheguem a este momento, que estamos vivendo, e possam receber algo tão bacana como a homenagem que recebemos”, disse Paulo Miklos.

Confira a lista dos ganhadores do 17° Prêmio Multishow de Música Brasileira:

Melhor instrumentista - Rodrigo Tavares (Fresno)
Melhor música - Restart ("Recomeçar")
Revelação - Luan Santana
Melhor Clipe - NXZero ("Espero a minha vez")
Melhor DVD - Pitty ("Chiaroscope")
Melhor Grupo - Banda Cine
Melhor Show - Ivete Sangalo
Melhor Cantor - Samuel Rosa
Melhor Cantora - Ana Carolina
Melhor Álbum - Maria Gadú (Maria Gadú)
Artista Sertanejo - Victor & Leo
Experimente - Móveis Coloniais de Acaju
TVZé - Thiago Cardoso ("As Máscaras" - Claudia Leitte)
Homenagem - Titãs

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Homenagem a Adoniran Barbosa No "Altas Horas"



Com um público de mais de 20 mil pessoas, Serginho Groisman comandou o 'Altas Horas', neste sábado, dia 21, em homenagem ao Adoniran Barbosa, um símbolo do samba de São Paulo, que neste ano completaria 100 anos de idade.

O apresentador recebeu os artistas em um palco de 20m, decorado com fotos do Adoniran Barbosa, do grupo Demônios da Garoa e da cidade de São Paulo.



Para abrir o especial, o sambista Jorge Aragão fez uma releitura da clássica "Trem das Onze". Em seguida, foi a vez do swingue de Maria Rita encantar a plateia com "Aguenta a Mão João". Depois, Lenine entrou no palco para interpretar um dos grandes sucessos de Adoniran Barbosa "Samba do Arnesto". Essa música conta a história do Arnesto, mas que na vida real se chama Ernesto, e hoje é um senhor paulistano de 95 anos, que participou da gravação do programa e contou um pouco sobre a música. "Um dia o Adoniran disse que meu nome dava um samba e criou toda essa história da imaginação sensacional dele. Isso nunca aconteceu, mas é maravilhosa essa homenagem. Eu adoro esse samba!", disse Sr. Ernesto. Ainda no primeiro bloco, Di Ferrero, vocalista do NX Zero, levantou a plateia com sua interpretação para "Tiro ao Alvaro". E para fechar o primeiro bloco, Dominguinhos apresentou um meddley das suas músicas e depois emendou com a canção "Joga a Chave", de Adoniran.

O segundo bloco começou com a clássica "Saudosa Maloca", nas vozes de Bruno & Marrone. A cantora Emanuelle Araújo junto com Moinho apresentaram "Iracema". Em seguida, o grupo de pagode Jeito Moleque emprestou sua malemolência para "As Mariposas". E Zélia Duncan fechou o bloco com "Apaga o Fogo Mané". O balanço de Negra Li, que dividiu com Gabriel, O Pensador a canção "Torresmo a Milanesa" abriu o terceiro bloco do programa. Em seguida, a simpatia e a leveza de Ana Cañas para interpretar a canção "Prova de Carinho". E, para finalizar o bloco, a cadência de Teresa Cristina, que interpretou "Abrigo de Vagabundo". No último bloco, o grupo Casuarina interpretou "Já Fui Uma Brasa" e Demônios da Garoa, principal intérprete de Adoniran Barbosa, fechou a festa com "Samba do Italiano" e "Trem das Onze". Todos os artistas foram acompanhados por uma banda composta por nove músicos sob a regência de Lincoln Olivetti.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Adoniran Barbosa ganha homenagem do Altas Horas com presença de Negra Li



O programa Altas Horas (realmente o único programa com “vida inteligente” nas madrugadas de sábado), comandado por Serginho Groisman, vai prestar uma justa homenagem ao compositor Adoniran Barbosa, um símbolo do samba de São Paulo, que neste ano completaria 100 anos de idade. Um show com a participação de Negra Li, Maria Rita, Zélia Duncan, Lenine, Dominguinhos, Demônios da Garoa, Jorge Aragão, Gabriel Pensador e Jeito Moleque vai virar um programa especial a ser exibido no próximo dia 28 de agosto. A gravação acontece neste sábado, dia 21, em frente ao Museu do Ipiranga, um dos cartões postais de São Paulo.

A emissora ainda não divulgou a música que cada artista irá cantar. Mas é possível seguir algumas pistas. Zélia Duncan, em seu Twitter, escreveu um trecho da canção Apaga o fogo, Mané e disse que iria para o ensaio do programa. Mais tarde, ela divulgou a foto ao lado. O grupo-galã Jeito Moleque gravou recentemente um DVD no qual consta Saudosa Maloca, cantada com o acompanhamento dos veteranos dos Demônios da Garoa, intérpretes oficiais de Adoniran.

Nascido João Rubinato, o compositor, que neste ano completaria 100 anos de idade, começou a vida vendendo tecidos. Porém, o que ele queria mesmo era ser cantor. Acabou virando ator de rádio, atuou no cinema, foi comediante e garoto-propaganda.

Adoniran, que na verdade era paulista de Valinhos, eternizou o jeito paulistano, meio italianado, de falar. Suas músicas ganharam outros sotaques, como a da baiana Gal Costa (Trem das onze), o da gaúcha Elis Regina (Saudosa maloca e Tiro ao álvaro), o da mineira Clara Nunes (Iracema) e da carioca Clementina de Jesus (Torresmo à milanesa).

Composta no início da década de 60, Trem das onze acabou ganhando uma versão no legítimo italiano. O cantor Riccardo del Turco, em 1968, a rebatizou de Figlio Unico. Sem muito jeito, ele tenta fazer o “pascalingundum” da famosa introdução da canção. (Assista ao vídeo).

Neste ano, o Altas Horas já havia dedicado um programa à obra do compositor Erasmo Carlos. Desta vez, claro, com a presença do homenageado que cantou ao lado de Adriana Calcanhoto, Paula Toller, Marcelo D2 e Wanderléia. Serginho conseguiu ainda quase o impossível: convencer a cantora Maria Bethânia a se apresentar em um programa de TV. A baiana, que já dedicou um disco ao repertório de Erasmo e Roberto Carlos, cantou As canções que você fez pra mim e Sentado à beira do caminho.

sábado, 14 de agosto de 2010

Negra Li abrirá o show da Lauryn Hill em Brasília

Lauryn Hill em Brasília - 12/09 - Informações
Miss Lauryn Hill
Cidade: Brasília
Data: 12 de setembro
Local: Iate Clube (no gramado na beira do lago)
Show de Abertura: Negra Li
Horário: a partir das 19 horas
Classificação etária: menores de 16 anos devem estar acompanhados.
Ingressos: (1º lote)
Pista: R$ 70,00 (meia)
Pista Premium R$ 120,00 (meia)
Obs: 50% de desconto do ingresso inteiro para estudantes, professores, funcionários públicos e clientes Clubin, Mormaii, Cartão Mais do Brasília Shopping, Sempre Você do Correio Braziliense e OAB
Pontos de venda:
- Lojas Mormaii: Conjunto Nacional, Pátio Brasil, Pontão Lago Sul, Terraço Shopping (Sudoeste) e Brasília Shopping
- Central de Ingressos do Brasília Shopping (piso g1)
Informações: (61) 3364-0000 / 8130-1417 / 8130-1418

Rapper Timbaland e Negra Li se apresentam em SP em outubro


O músico, rapper e produtor norte-americano Timbaland se apresenta pela primeira vez no Brasil no dia 13 de outubro, dentro do festival Urban Music, no Anhembi, em São Paulo.

Um dos principais produtores do rap e da música pop desde a década de 90, Timbaland já trabalhou com nomes como Justin Timberlake, Madonna, Nelly Furtado, Snoop Dog, Alicia Keys, Jay-Z e Missy Elliot.

Além do trabalho como produtor, o norte-americano mantém uma elogiada carreira própria. Seu primeiro disco, "Welcome to Our World", foi lançado em 1997, quando fazia parte da dupla Timbaland & Magoo. O disco mais recente de Timbaland é "Shock Value 2".



Além de Timbaland, o festival Urban Music terá apresentações de DJ King, Valkirias, Negra Li, da vocalista do Cansei de Ser Sexy, Lovefoxxx, em um DJ set, Root Rock Revolution e DJ Mau Mau.

A venda das entradas começa no dia 20 de agosto em pontos de venda a serem divulgados posteriormente. Até o dia 15 de setembro, os ingressos custam entre R$ 160 e R$ 400. A partir do dia 16 de setembro, os valores sobem para R$ 240 a R$ 600.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Negra Li faz show no encerramento do Projeto Trib’us em Roraima



A cantora de black music Negra Li é a grande atração da festa de encerramento do projeto Trib’us- uma ação social e cultural, organizado pela Associação dos Estudantes de Roraima (ASSOER) em parceria com o Serviço Social do Comércio.

O show faz parte da programação dedicada ao estudante que começou no dia 9 de agosto e incluiu cinco apresentações do espetáculo teatral “Amor por Anexins” do Grupo Malandro é o Gato.

As apresentações do grupo Malandro é o Gato foram realizadas nos dias 9,10 e 12 de agosto no Teatro Jaber Xaud do Espaço Cultural Amazonas Brasil, no Sesc Mecejena.

Desde março o projeto Trib’us movimentou dez escolas da rede estadual de ensino: Gonçalves Dias, Hidelbrando Ferro, Major Alcides, Ana Libória, Carlos Casadio, América Sarmento, Vanda Pinto, Luiz Ribeiro, Hélio Campos e Jesus Nazareno de Souza Cruz. O projeto envolve o programa Mesa Brasil Sesc, no recolhimento de alimentos não perecíveis.

Metade dos ingressos do show serão trocados por alimentos não perecíveis. A troca esta sendo feita nas escolas envolvidas no projeto trib'us. Somente para os alunos e parceiros destas escolas. Cada unidade recebeu 100 ingressos para a troca.

Parte dos alimentos será repassada ao Mesa Brasil e a outra à Operação Inverno da Prefeitura Municipal de Boa Vista.

Outras atrações: desfile com a Garota e Garoto Trib’us 2010 e as apresentações do DJ JC e da banda de Forró Brasileirinho.

O show da Negra LI será no ginásio poliesportivo do Sesc Mecejana, a partir das 22h.

Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (carteirinha estudantil e carteira do SESC). Disponíveis no SESC Centro.

Informações: 8403-4443 ou 9123-1000

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

MS. LAURYN HILL abre turnê brasileira em Florianópolis

A cidade de Florianópolis prepara-se para receber mais uma grande atração internacional: Ms. Lauryn Hill chega à capital catarinense para abrir sua turnê em solo brasileiro no dia 03 de setembro. O show será no Stage Music Park, no bairro de Jurerê Internacional. Esta será a única apresentação da diva do black music no Sul do Brasil. A turnê passa ainda pelas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

Marcado para começar às 22h, o show terá a abertura de Negra Li e banda e do DJ Leo Oculto. Os ingressos já estão è venda a um preço inicial de R$ 60,00 para pista ou R$ 80,00 para pista Vip, com acesso diferenciado e área exclusiva em frente ao palco. O Stage Music Park conta ainda com duas áreas de camarotes que proporcionam uma melhor vista do palco, ambos com banheiros exclusivos. O Camarote Oculto (valor inicial de R$ 90,00 para mulheres e R$ 120,00 para homens) oferece coquetel de espumante até a 1h. Já o Camarote Chivas (com primeiro lote ao valor de R$ 100,00 feminino e R$ 140,00 masculino) conta com coquetel de Whisky Chivas também até a 1h.

Ms. Lauryn Hill despontou para o sucesso nos anos 90 quando integrou o grupo de hip hop Fugees. O segundo disco do Fugees, The Score, emplacou diversas músicas de sucesso, entre elas “Ready or Not”, “Fu-Gee-La” e as versões de “No Woman, No Cry” and “Killing Me Softly”. Em 1998 ela lançou o primeiro disco da carreira solo, The Miseducation of Lauryn Hill, que virou um grande sucesso de crítica e de vendas. A música “Doo Wop (That Thing)” atingiu o primeiro lugar das paradas da revista Billboard. No ano seguinte, Ms. Hill foi indicada para dez prêmios Grammy, tornando-se a primeira mulher a receber dez indicações em um mesmo ano. Ela ganhou cinco, incluindo melhor disco do ano e melhor performance feminina de R&B. Em 2003, a revista Rolling Stone incluiu o disco na lista dos 500 melhores de todos os tempos.

Esta será a sétima atração internacional a pisar no Stage Music Park. Desde que foi inaugurado, em dezembro de 2009, o Stage Music Park está modificando a cena musical de Florianópolis. A cidade, que até então não possuía muitas opções para receber grandes shows, passou a integrar o circuito nacional de turnês internacionais. Somente em 2010 o Stage já recebeu o cantor Eagle-Eye Cherry em março e a banda australiana The Beautiful Girls em abril, além de artistas de grande renome na música eletrônica mundial, como Kaskade, Moony, Steve Angello e Erick Morillo, que juntos fizeram o maior carnaval eletrônico do Brasil. Na mesma área, em outros anos, já passaram também o grupo Black Eyed Peas, o cantor Ben Harper e a canadense Alanis Morissette, entre outros.

SERVIÇO

Ms. Lauryn Hill em Florianópolis
Quando: dia 03 de setembro (sexta-feira)
Onde: Stage Music Park – complexo Music Park, na Rod. Maurício Sirotsky Sobrinho, 2500, Km 1,5, em Jurerê, Florianópolis (SC)
Horário: 22h
Ingressos: (preço inicial)

Pista Unissex R$ 60,00

Pista VIP Unissex R$ 80,00

Cam. Oculto Feminino R$ 90,00

Cam. Oculto Masculino R$ 120,00

Cam. Chivas Feminino R$ 100,00

Cam. Chivas Masculino R$ 140,00

Há ainda opções de camarotes para grupos de seis ou 15 pessoas. Informações no telefone (48) 9629.6986.

Onde comprar: Bilheteria do Stage Music Park, nos sites www.blueticket.com.br e www.nosvamos.com.br e ainda nos pontos de vendas – lojas Multisom Florianópolis e São José, Postos Brava de Balneário Camboriú e Itajaí, Loop Brasil em Balneário Camboriú, Who Outlet Glam e loja Akakia do Sul da Ilha.

Informações: (48) 3282.1669 / contatostage@musicpark.com.br

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Lançamento do programa infantil " Meu AmigãoZão"



Negra Li , Astrid Fontenelle, Igor Cavalera, Daniel Boaventura, Jacqueline Dalabona brincaram com os filhos no lançamento da animação "Meu AmigãoZão" do canal Discovery Kids, nesse domingo (1°), na Estação São Paulo.

A animação Meu AmigãoZão (My Big Big Friend), é uma coprodução do estúdio brasileiro 2D Lab com a canadense Breakthrough Animation. Indicada para crianças em idade pré-escolar, a série tem 52 episódios de 11 minutos de duração e já recebeu os prêmios "Prix Jeuness Ibero America" e primeiro lugar no "Global Licensing Challenge no Mip Jr", em Cannes.

A estreia é na próxima segunda-feira (9), ao meio-dia e meia.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Filme “400contra1” estreia em agosto na Capital paulista





O polêmico filme “400contra1 - Uma História do Crime Organizado” vai entrar em cartaz a partir do dia 06 de agosto nos cinemas da Capital paulista e também de todo o país. Com direção de Caco Souza, a película tem como ponto de partida o livro autobiográfico de William da Silva Lima, um dos principais articuladores da polêmica organização Comando Vermelho.

A ação se passa no Rio de Janeiro no final da conturbada década de 70. Após uma ação espetacular, porém fracassada, o assaltante de bancos William da Silva Lima (Daniel de Oliveira) é preso, condenado, e levado ao presídio de Ilha Grande.

Lá chegando, ele começa a tomar contato com uma realidade que não conhecia: a dos presos políticos, encarcerados por uma brutal ditadura militar pelo “crime” de pensar diferente. É neste lugar que a explosiva mistura de presos comuns com presos políticos começa a gerar uma situação de extrema incoerência interna dentro do sistema penal: por um lado, criou-se uma relação de respeito e admiração por parte
dos presos comuns à organização, disciplina e companheirismo dos revolucionários de esquerda. E, por outro, culminou num incontornável clima de crescente tensão impossível de não explodir em violência.

Assim nasce o Comando Vermelho: A partir de então, William descobre não só o perfil político de um país dividido, como também vive um amor arrebatador com Tereza (Daniela Escobar), que viria a ser sua companheira de lutas e crimes.

Um importante capítulo da história recente brasileira, fundamental para o entendimento do Brasil atual.

Este importante e controverso capítulo da história recente do Brasil – imprescindível para o entendimento da nossa realidade atual – foi transformado em roteiro cinematográfico por Victor Navas (co-roteirista de “Carandiru”, “Cazuza – O Tempo Não Pára” e “Cabra Cega”), com fotografia de Rodolfo Sanchez (o mesmo de “Pixote”, “O Beijo da Mulher Aranha”, “Boleiros 2”, entre outros) e produção
da Destiny International, em parceria com a Globo Filmes e a PlayArte Pictures.

Destaque de “Cazuza – O Tempo Não Para”, “Zuzu Angel” e “A Festa da Menina Morta”, o ator Daniel de Oliveira incorpora o protagonista e narrador de “400contra1 - Uma História do Crime Organizado”, interpretando o papel de William da Silva Lima.

Ao seu lado está Daniela Escobar, no papel de Tereza, que vive uma paixão incondicional com o protagonista. Daniela se destacou nos cinemas nos filmes “Vida de Menina”, “Diário de um Novo Mundo” e “Jogo Subterrâneo”, além de várias telenovelas e minisséries.

O grande elenco ainda inclui Fabrício Boliveira, Branca Messina, Lui Mendes, Jefferson Brasil, Jonathan Azevedo, Rodrigo Brassoloto, Felipe Kannenberg e a participação especial de Negra Li.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Lembrancinhas e Enfeite Porta Sofia - filhinha Negra Li



Postado por Vanessa Figueiredo em 16/07/2010 23:04

Olá queridas amigas e amigos!
Ano passado eu tive o prazer de fazer as lembrancinhas e o enfeite de porta maternidade da Sofia, filha da Negra Li e algumas pessoas cobraram as fotos, aqui estão!
Saimos até na Caras e foi um prazer trabalhar pra ela neste momento tão especial de sua vida!

Daqui a pouco a Sofia vai fazer um aninho e desejamos muitas felicidades à mamãe Negra Li, ao papai Junior e à pequena Sofia.

Para conhecer todos os nossos produtos, visite nosso site:
www.vanessafigueiredo.com.br

Negra Li e Serial Funkers se apresentam no Rey Castro SBC, dia 22

Em 22 de julho, a banda Serial Funkers e a cantora Negra Li retornam juntos à região do Grande ABC para encerrar a programação Soul Sessions Live – quintas-feiras com o melhor do soul, r&b e disco funk – do mês, no Rey Castro Latin Bar & Restaurant, em São Bernardo do Campo.
Sucesso absoluto de público no mês de maio, quando se apresentaram pela primeira vez na região, Serial Funkers e Negra Li trazem um repertório de clássicos nacionais e internacionais da música negra, entre canções como “Mas Que Nada” (Jorge Ben Jor), “Killing me Softly” (Charles Fox / Norman Gimbel) e “Imunização Racional” (Tim Maia).
A cantora Negra Li tem dois CDs gravados – “Guerreiro, Guerreira”, ao lado do rapper Helião, e “Negra Livre”, solo – e se tornou nacionalmente conhecida após protagonizar a minissérie Antônia, veiculada na TV Globo em 2006, e baseada no longa-metragem homônimo de Tatá Amaral.
Na estrada desde 2006, o grupo Serial Funkers foi criado com o intuito de retratar o soul e funk norte-americano, mas logo também inseriu o gingado brasileiro no repertório. É formado por Régis Paulino (voz), Luciano Ribeiro (baixo), Luguta Bellintani (bateria), Menno Amaral (guitarra) e Raphael Dantop (teclados).
O Rey Castro Latin Bar & Restaurant, em São Bernardo do Campo, está localizado na avenida Antártico, 90, no bairro Jardim do Mar – próximo à avenida Kennedy e com acesso fácil pela rodovia Anchieta. O site: www.reycastro.com.br.

Data: 22.7.2010
Entrada: R$20 a R$55
Pagamento: cheque / todos os cartões
Estacionamento com manobrista: R$13
Horário do show: 23h30
Capacidade de público: 300 pessoas
Reservas: de segunda a sexta-feira até às 18h / sábado das 12h às 18h (reservas válidas até às 21h30)
Acesso para deficientes físicos
Área externa para fumantes

domingo, 18 de julho de 2010

"Todo Poderoso - O Filme"

Trailer do documentário: "Todo Poderoso", sobre o centenário do Corinthians.
O longa comemorativo do Timão resgata imagens inéditas, como a primeira filmagem do time em 1929, e conta com depoimentos de ex-jogadores como Neco, Del Debbio, Baltazar, Luizinho e Teleco.
Ilustres corintianos como Casagrande, Basílio, Juca Kfouri e Lula também falam sobre o amor pelo clube. A trilha sonora especial é assinada por Negra Li, Rappin Hood e BiD.
"Todo Poderoso - O Filme" tem estreia prevista para o dia 30 de julho de 2010.

Negra Li faz show neste domingo em Santos

Negra Li é a atração deste domingo, a partir das 20h, no Bar do Batata, que fica no Centro de Santos. Os ingressos antecipados para a apresentação custam R$ 10,00 (mulheres) e R$ 15,00 (homens). Preços sujeitos a alteração.

O endereço do Bar do Batata é Rua São Bento, 39.

fonte: Jornal A Tribuna

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Vem aí: Festival de Inverno de Ouro Branco



Já faz parte da rotina da cidade; Julho é mês de Festival de Inverno. Em sua quinta edição, a Cultura pede passagem e encanta a cidade durante 10 dias. Música, gastronomia, oficinas, teatro, dança e arte vão invadir Ouro Branco a partir de 23 de julho (sábado). Entre as atrações, o destaque do V Festival de Inverno de Ouro Branco vai para os shows de Arnaldo Antunes (31/07), Renato Teixeira (30/07) e Negra Li (29/07). Com o tema Diversidade, os três shows já apontam os caminhos escolhidos para a edição deste ano.

De um lado, o moderno, com Arnaldo Antunes, que traz ritmos dançantes como o twist e a Surf Music e homenageia a Jovem Guarda. Do outro, o tradicional, com o regionalismo de Renato Teixeira e Violeiro do Pantanal (25/07), com João Ormed. O Hip Hop e a influência da música negra de Negra Li, surgem na contramão do Grupo de Violões da Casa de música de Ouro Branco (28/07), que propõe uma incursão pela música erudita.

E assim caminham as atrações do Festival: são temas, estilos e influências ás vezes contraditórios, mas que juntos se complementam e representam toda a diversidade da cultura e da produção artística do Brasil. A abertura acontece no dia 23, sexta-feira, ás 21h na Praça de Eventos, com O Corpo Negro na Dança. O Balé de Rua de Uberlândia apresenta uma nova versão da atração que fez parte do 1º Festival e que encantou a platéia em 2006. O encerramento está previsto para o dia 01 de agosto (domingo). Quem encerra a programação é a Mímulus, companhia de Dança já conhecida da platéia de Ouro Branco. Desde a primeira edição, a companhia participa do evento. Em 2010, o grupo traz Por um Fio.

Depois de acompanhar as atrações, o público vai poder esticar a noite e acompanhar as atividades do Bar do Festival. Montado no "Redondo", na Praça de Eventos, o local vai trazer boa música e muita diversão para o fim de noite de quem acompanhar as atrações do festival. Na programação, samba, viola, MPB, rock e ritmos brasileiros. Os shows estão marcados para às 22h30.

Todas as atrações são gratuitas. O V Festival de Inverno é promovido pela Prefeitura de Ouro Branco; realização da UFSJ e FAUF; patrocínio da Gerdau e apoio da Peugeot Sport Brasil.

Famosos assistem ao Slava's Snowshow



Nessa terça-feira, 13, a trupe do Slava's Snowshow fez uma pré-estreia em São Paulo e contou com a presença de vips, como Negra Li, Caco Barcelos, Luciana Melo, Jairzinho.

Alguns famosos, como Negra Li e Jairzinho, chegaram a levar seus pimpolhos para se divertir no espetáculo de palhaços, que mistura humor, teatro, dança. As apresentações já passaram por mais de 100 cidades do mundo todo e está sendo aclamada pela crítica. É a segunda vez que o grupo de palhaços russos vem ao Brasil, que com elementos simples como água, luzes, teias de aranha de algodão, bolhas, bolas e gelo são capazes de representar toda a magia da época mais fria do ano.

Criada pelo coreógrafo russo Slava Polunin, as apresentações ocorrem em São Paulo, no Citibank Hall, entre os dias 14 e 28 deste mês. E, entre os dias 19 e 23 de agosto, o grupo segue com a turnê para Porto Alegre.



fonte: Revista Caras e Portal Amaury Jr

sábado, 10 de julho de 2010

"Com certeza já penso em aumentar a família"

Depois que deu à luz a Sofia, que hoje está com 10 meses, Negra Li descobriu uma nova vocação: ser mãe. Em conversa com O Fuxico, a cantora revela que gostou tanto da maternidade, que até já pensa em aumentar a família.

"Estou adorando essa vida de mãe, eu acho que sou a mãe mais feliz do mundo, todas falam isso, mas agora eu entendo o porquê. Ser mãe era um sonho e às vezes falo para o meu marido que quando essa fase pequena da Sofia passar, vamos ficar com saudades e .tremos que fazer outro, aumentar a família com certeza”.

Sobre a filhota, a cantora faz o tipo 'mamãe babona' e não poupa elogios à pequena que foi tão esperada.

“Ela foi totalmente planejada e a gente vê isso no olhar dela, no jeito que ela interage com a gente. É uma menina superboazinha, não chora, ela foi muito querida e muito desejada desde antes de eu engravidar.”

fonte: Ofuxico

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Negra Li faria novela com algumas condições

Apesar de estar preparando suas volta aos palcos como cantora, Negra Li não esconde a vontade de atuar também. Prestes a lançar um longa do qual participa, a cantora e atriz não esconde a vontade de atuar em umanovela inteira, mas ela só faria com uma condição.

“Acharia muito legal fazer uma novela inteira, mas agora eu só teria que ter cuidado com algumas cenas. Eu não poderia fazer muitas cenas de beijo, de sexo, porque meu marido é ciumento… Se fosse convidada eu já avisaria logo sobre essa condição.”

A atriz está ansiosa pela estreia de um novo filme no qual faz uma participação e não vê a hora do público assistir.

“O filme 400contraUm vai ser lançado em agosto e já vamos começar a participar de eventos… Não vejo a hora de todo mundo poder assistir ao filme e ver a minha participação nesse grande filme.”

fonte: Brasil TV Notícia

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Negra Li prestigia lançamento de livro do centenário do Corinthians

Muitos corintianos famosos se reuniram para o lançamento do livro oficial que comemora o centenário de um dos times com a maior torcida do País, o Corinthians 100 anos de Paixão. O evento aconteceu na noite desta quarta-feira (30), na Fenac Pinheiros, em São Paulo.

A repórter do Legendários, da Record, Jaque Khury, que se declara corintiana roxa, falou da emoção de ter uma foto sua como torcedora famosa no livro.

"Para mim o Corinthians é um estilo de vida, uma religião, eu amo esse time e é muito emocionante fazer parte deste livro."

A cantora Negra Li também estava presente e revelou que a sua foto grávida, estampada no livro, representa muito mais que uma paixão por um time.

"Eu estou representando meu pai, que morreu em 1999, e ele era corintiano roxo e eu acho que se ele tivesse vivo ele iria ter tanto orgulho. Para mim é uma emoção a mais de estar podendo representar, porque só eu sei o quanto ele gostava. É por ele que eu tenho esse orgulho de ser corintiana."

Outras celebridades como Cacá Rosset, Lívia Andrade, Badaui e Japinha da banda CPM22, também prestigiaram o evento.

Vejam fotos do evento no site do Terceiro Tempo, do Milton Neves: http://terceirotempo.ig.com.br/noticia/Livro_do_Timao_reune_personalidades_em_Sao_Paulo-27667

fonte: O Fuxico

domingo, 27 de junho de 2010

Negra Li adora sentir a adrenalina da montanha-russa

Liliane de Carvalho, mais conhecida como Negra Li, é considerada uma das musas do rap nacional. Nascida na Vila Brasilândia, em São Paulo, a cantora começou a se interessar pela música ainda na infância.

A artista, que em 2006 estrelou o filme de Antônia, gosta de comer em bons restaurantes. "Atualmente tenho duas paixões: um japonês e um francês (risos). O japonês é o restaurante Koban, especialmente o da Granja Viana (eles têm mais duas casas em SP). Tem uma grande variedade de pratos feitos no capricho, o serviço é excelente, a decoração é linda e é pertinho da minha casa, por isso estou sempre por lá. Porém, no ano passado conheci um bistrô francês incrível, também na Granja Viana, chamado Felix Bistro. A cozinha é maravilhosa, mas o que vale mesmo é a área verde que cerca o restaurante. É lindo demais!".

A morena, que já gravou com Caetano Veloso, Nando Reis, Charlie Brown Jr, Belo, Martinho da Vila, Gabriel o Pensador, entre outros, recomenda o bar Dona Flor, em Moema.

"Tem sucos e petiscos deliciosos, comida de boteco, sabe? bolinho de bacalhau, de carne seca, entre outros. Eu não bebo álcool, porém meus amigos dizem que o chopp é excelente. Todos os dias têm atrações, mas eu recomendo ás terças-feiras, a partir das 20h, tem um trio comandado pelos músicos Marcinho Eiras, Khristiano Oliveira e Wandinho Carvalho que toca o melhor da soul music e MPB".

Para dançar, Negra Li curte a boate Heaven, na Rua Augusta. "A noite principal é a quarta-feira comandada pelo DJ Hadji que injeta muito Hip Hop na pista, ritmo predominante na casa. A balada também conta com pockets shows, inclusive eu já cantei lá".

Para quem é apaixonado por adrenalina assim como ela, a rapper indica o parque Hopi Hari, em Vinhedo, São Paulo.

"É o maior parque temático da América Latina e fica a 35 minutos da Capital. Adoro esse tipo de parque, encaro todos os brinquedos, não tenho medo não. Adoro sentir aquela adrenalina na montanha-russa (risos). Não vejo a hora da Sofia crescer mais um pouquinho para eu poder levá-la".


Serviço

Koban
Onde: Avenida São Camilo, 1.530 - Granja Viana - São Paulo
Tel.: (011) 4169-1028
Site: http://www.restaurantekoban.com.br

Felix Bistrô
Onde: Av. José Felix de Oliveira, 555 - Granja Viana
Tel.: (011) 4702-3555 / 4612-2339
Site: http://www.felixbistrot.com.br

Dona Flor
Onde: Rua Canário, 480 São Paulo - SP
Tel.: (011) 3079-4389

Heaven
Onde: Rua Augusta, 3000 - Cerqueira César - São Paulo - SP
Tel.: (011) 3083-3264
Site: www.heavenclub.com.br

Hopi Hari
Onde: Km 72,5 da Rodovia dos Bandeirantes
Site: http://www.hopihari.com.br


fonte: eBand
Redação: Anna Thereza de Almeida

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Cubatão recebe o Festival de Juventude –Qual é o seu jeito de mudar o mundo?

Mostrar como o empreendedorismo pode mudar a vida dos jovens e transformá-los em cidadãos é o objetivo do Festival de Juventude – Qual é o seu jeito de mudar o mundo? - que ocorre no próximo domingo, 27, das 13 às 20 horas, no Parque Anilinas (Avenida Nove de Abril, 2.275 – Centro), em Cubatão.

No evento será apresentado os resultados dos empreendimentos socioeconômicos, artísticos e culturais que foram desenvolvidos pelos jovens durante este último ano de atuação do Projeto Geração MudaMundo para um Futuro Ideal. O encontro pretende reunir jovens de 14 a 24 anos, provenientes de diversos bairros da Cidade, entre eles, Cotas, Vila Natal, Vila dos Pescadores, Pilões, Vila Nova, Caíque e Jardim Casqueiro. Um dos destaques do encontro será o show da cantora Negra Li, além das atividades culturais (dança, música, vídeo e grafite), esportivas e debate coordenado pelo Fórum da Juventude e Cubatão.

Entre as mais de 40 iniciativas do projeto serão mostradas no Festival, Eu te Amo, oficinas de culinária e reforço escolar em casas abrigo; A Arte de Aprender, que oferece cursos de artesanato; A Voz Jovem da Comunidade, que empreende valores por meio da comunicação de rádio; Alerta Vermelho, que promove a sensibilização dos moradores sobre a importância da preservação do manguezal; Apoio e Estímulo à Valorização Feminina, que ministra palestras sobre a valorização da mulher e combate a qualquer tipo de violência e, Anjos de Bolsas, que capacita mulheres participantes do “Projeto Valorização da Autoestima Feminina”, com cursos de corte e costura para a geração de renda.

De acordo com a diretora da área de juventude da Ashoka Brasil, Olívia Martin, o objetivo é mostrar que a juventude possui grande potencial em liderar mudanças positivas na sociedade. “Com o programa Geração MudaMundo vemos que a experiência empreendedora aplicada em âmbito social é uma ferramenta transformadora, que oportuniza o desenvolvimento dos projetos de vida dos jovens”.

O Festival é gratuito e realizado pela Ashoka, em parceria com o Instituto Camargo Correa, a CAVO, a Prefeitura de Cubatão, Fábrica da Comunidade – Centro de Formação e Inserção Profissional da Secretaria de Assistência Social. Conta com o apoio do Fórum da Juventude, Escola Técnica Federal de Cubatão (ETEC), das organizações sociais Unidos do Karatê, Grupo Lazer e Cidadania (GLC) e Sociedade de Melhoramentos.

SERVIÇO

Data: 27/06/2010
Horário: das 13 às 20 horas
Local: Parque Anilinas
Avenida Nove de Abril, 2.275- Centro.
Transporte gratuito circulando nos bairros.

Skank lota o Mineirão



Belo Horizonte - Cinquenta mil pessoas acompanharam no sábado (19), em Belo Horizonte, a gravação do projeto Multishow ao Vivo – Skank no Mineirão. A celebração, que marca 20 anos de carreira do grupo, também foi o último grande evento realizado no estádio – que entra em fase de grandes reformas para a Copa de 2014.

Mas o que mais chama a atenção na produção do CD e DVD/Blu-Ray que revisita o repertório de Samuel Rosa (voz e guitarra), Henrique Portugal (teclados), Haroldo Ferretti (bateria) e Lelo Zaneti (baixo) são as circunstâncias que permitiram a realização do trabalho. O apoio do governo do estado e da prefeitura de BH, por exemplo, foram essenciais – além, é claro, das empresas pa­­trocinadoras.

Em outras palavras: se o Skank conquistou reconhecimento nacional pelo seu som, isso se deve também à política local de valorização dos talentos da terra. Talvez, sem medo de cometer injustiças, aí esteja um dos maiores problemas para explicar a falta de grandes nomes paranaenses em destaque no cenário brasileiro (exceções, nesse caso, não servem como defesa para as autoridades...).

Durante as gravações, Samuel Rosa fez um discurso interessante sobre o tema. “Com o sucesso do Skank, tiramos a muleta de um bando de nego incompetente que culpava vocês (público mineiro) pelo não reconhecimento do trabalho dos músicos daqui”, alfineta.

De fato, nem mesmo a projeção nacional foi capaz de tirar o Skank das suas origens. A ligação da banda com Minas Gerais é intensa. “Belo Horizonte não sai da gente nunca”, fala o vocalista.

Público

Nos bastidores do projeto em comemoração às duas décadas de carreira do Skank, quem roubou a cena foi o público. O coro de 50 mil vozes fez toda a diferença.

A festa era de todos, literalmente. O orgulho pela trajetória do quarteto, de certa forma, estimulava cada espectador presente no Mineirão.

Não é a toa que o Skank foi além das 22 canções selecionadas para a gravação (os fãs montaram o set list em votação aberta no site oficial da banda, que totalizou mais de 400 mil votos). Com a lição de casa feita, a banda repassou dezenas de outros hits que ficaram de fora da seleção oficial.

A plateia, em praticamente três horas de show, não fez por menos. Não perdeu o pique e indicava sempre uma música nova a cada solicitação de Samuel Rosa.

A cantora Negra Li, convidada especial da noite, não escondeu a surpresa diante do “mar de gente” que ocupava o estádio. Ovacionada pelo público, a cantora e Samuel fizeram uma performance – com muito suinge – de “Ainda Gosto Dela”.

Em tempos de Copa do Mundo e apaixonados por “pelada”, o quarteto levantou a plateia com “É Uma Partida de Futebol”. As imagens do jogo contra a Coreia do Norte também invadiram os telões instalados no Mineirão, como uma espécie de aquecimento e corrente positiva para o desafio seguinte, a Costa do Marfim. Pelo visto, os bons fluidos surtiram efeito...

Anote

O especial Multishow ao Vivo – Skank no Mineirão deve ser exibido no fim de setembro, junto com o lançamento do CD e DVD/Blu-ray.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Skank grava novo trabalho em Mineirão lotado



O Skank gravou na noite deste sábado (19/06/2010) no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG), seu novo trabalho. A assessoria de imprensa do quarteto informou que aproximadamente 50 mil pessoas estiveram presentes. Cada ingresso foi disponibilizado aos presentes mediante doação de um quilo de alimento não perecível.

Intitulado Multishow ao Vivo- Skank No Mineirão, a gravação será disponibilizada nos formatos CD, DVD e Blu-ray e está prevista para chegar às lojas na segunda metade de setembro. É uma parceria do grupo com a Sony Music e o canal a cabo Multishow.

O show teve a participação especial da cantora paulista Negra Li, que cantou com o grupo a música Ainda Gosto Dela. Do repertório de 21 músicas, duas são inéditas, De Repente e Presença.

A produção ficou a cargo de Dudu Marote, que assinou trabalhos anteriores da banda como Calango e Samba Poconé. Imagem e áudio foram captados em alta definição, com direito a 14 câmeras dispostas em locais estratégicos.

sábado, 12 de junho de 2010

Escola Teatro Macunaíma entrega homenagem a Negra Li por seu Destaque na área Musical dentro do meio cultural artístico brasileiro

A cantora Negra Li, participou na noite de quarta-feira(09/06) do evento Macunaíma – Arte e Cultura onde foi homenageada como “Contribuinte da Cultura” em nosso país.

Além da cantora, também estiveram presentes personalidades como: O jogador Neymar (Santos), os cantores: Toni Garrido e Luiz Melodia, o apresentador Geraldo Luís além de outros nomes importantes do cenário nacional.

A homenagem teve cobertura oficial da revista Caras e contou com a presença de veículos de esporte e entretenimento.

De acordo com os organizadores do evento, a “Homenagem Macunaíma – Arte & Cultura” não busca ser reconhecida como uma premiação, mas ser imortalizada como uma honraria aos incentivadores e promotores da cultura de nosso país.

Para a direção da instituição, que é uma referência nacional no meio cultural, a proposta da homenagem é contemplar e incentivar todas as formas de cultura promovendo um grande encontro entre os promotores das artes e reconhecendo a importância de cada um em suas respectivas áreas.


Negra Li, ficou muito feliz e lisonjeada com a premiação.